Como criar uma campanha na Rede de Display do Google

Como criar uma campanha na Rede de Display do Google

Talvez você ainda não saiba muito bem o que é a Rede de Display do Google, mas com certeza já foi impactado por ela várias vezes.

Sabe quando você visita um site de notícias e vê banners com anúncios? É muito provável que eles façam parte desse formato de publicidade.

Sempre que uma marca consegue impactar o público-alvo pela Rede de Display, as chances de envolvimento com o anúncio são altas. Por isso, vale a pena entender como ela funciona e como usá-la para levar mais tráfego e leads para seu negócio, especialmente quando este se trata de um e-commerce.

O que é a Rede de Display do Google

A Rede de Display é um grupo de mais de dois milhões de sites, aplicativos e vídeos onde seus anúncios criados no Google Ads podem ser exibidos. Isso também inclui os serviços do próprio Google, como o Gmail e o YouTube.

Os sites que compõem a Rede de Display alcançam mais de 90% dos usuários da Internet em todo o mundo.

Geralmente esses sites possuem um enorme fluxo diário de visitantes e isso garante que os anúncios sejam vistos muitas vezes por diferentes pessoas. Essa é a proposta da publicidade via rede de display.

Diferenças entre a Rede de Pesquisa e a Rede de Display do Google

O Google Ads tem, basicamente, dois modelos de divulgação de campanhas:

  1. Rede de Pesquisa, que inclui o próprio buscador e os sites parceiros do sistema de busca do Google;
  2. Rede de Display, que veicula anúncios nos sites parceiros, como você leu no começo deste artigo.

A maior diferença entre elas é que a Rede de Pesquisa mostra anúncios baseados em palavras-chave sempre que um usuário efetuar uma busca por elas.

Já a Rede de Display alcança as pessoas com base em seus interesses, veiculando toda a publicidade para os usuários enquanto eles navegam pelos sites parceiros.

Recursos da Rede de Display do Google para suas campanhas

As campanhas de Rede de Display têm várias possibilidades de formatos e configurações. Vejamos os principais recursos que você pode utilizar em suas campanhas:

1. Anúncios gráficos

Diferentemente da Rede de Pesquisa, que é focada em texto, a maioria dos anúncios da Rede de Display são gráficos (banners) e de vídeo. Por contarem com mais recursos visuais, esses anúncios captam mais a atenção dos usuários. Esses recursos gráficos podem ter diferentes tamanhos e formatos.

Para que essa atenção seja convertida em ação, é importante lembrar de incluir um copywriting atraente. Além disso, não pode faltar um botão de CTA (chamada para ação) que incentive o clique.

2. Segmentação

Para começar, a segmentação dos anúncios da rede de display do Google permite que você selecione a localização e o idioma dos usuários. Você também pode fazer o direcionamento de audiência segmentando os usuários por: hábitos, interesses, momento de vida, intenção de compra, além de outras informações demográficas detalhadas.

Além disso, é possível criar listas de público-alvo com os clientes atuais da sua marca, com pessoas que já interagiram com o seu site (através do remarketing) e, claro, pessoas que tem o perfil semelhante ao dos seus clientes.

Lembre-se de que, quanto maior a precisão na segmentação, mais conversões você pode obter.

3. Remarketing

Você já deve ter percebido que, depois de pesquisar um produto ou visitar uma loja online, esse mesmo produto fica ‘perseguindo’ seus passos pela internet. Isso é o efeito de uma campanha de remarketing.

A Rede de Display do Google permite criar anúncios de remarketing, que são muito utilizados para impactar novamente as pessoas que já interagiram com o seu site.

Com isso, é possível recapturar o interesse de um potencial cliente, fazendo com que ele retorne e finalize um cadastro ou uma compra.

4. Segmentação por canal

Outro diferencial da Rede de Display do Google é que você pode escolher em quais canais seus anúncios devem aparecer.

Por exemplo, você pode escolher determinados sites, vídeos e aplicativos que fazem parte da rede para exibir sua publicidade.

A segmentação de canais leva em conta o seu nicho de mercado. Por isso, prioriza seus anúncios nas páginas que tenham relação com o seu público-alvo.

Como criar uma campanha na Rede de Display do Google

Antes de mais nada, você não deve se apressar para criar uma campanha na rede de display do Google. Isso porque, caso você não planeje e otimize esse processo, provavelmente perderá dinheiro.

Comece fazendo um trabalho de estudo e preparação, pois isso lhe dá condições de aumentar suas chances de sucesso na campanha.

O primeiro ponto relevante para levar em consideração é a sua persona. Então, crie seu perfil de cliente ideal com as características e dores que o seu consumidor em potencial possui. Ao saber quem é a pessoa certa para a venda, sabemos exatamente para quem mostrar o anúncio.

É relativamente possível criar uma campanha na Rede de Display do Google Ads em poucos passos, desde que você tenha conhecimento suficiente para fazer as escolhas certas e não desperdiçar seu orçamento. Basicamente funciona assim:

Passo 1: Definir a meta e criar uma campanha

O primeiro passo é a definição da sua meta, ou seja, o resultado que você quer alcançar. Nas campanhas de Rede de Display, você pode escolher entre vendas, leads, tráfego, consideração ou alcance. 

Nesta etapa, você já pode ver quais os tipos de campanha disponíveis para a meta que escolheu:

  • Rede de Pesquisa;
  • Rede de Display;
  • Shopping;
  • Vídeo, etc

Passo 2: Configurar a campanha

Nesse passo, você irá escolher um nome para a sua campanha. Também deverá definir a segmentação de locais, idiomas, a sua estratégia de lances e o orçamento diário.

O orçamento diário é o valor que deseja investir por dia. Vale lembrar que esse valor pode variar para mais ou para menos a cada dia, mas os gastos não vão ultrapassar, no final da campanha, a soma do orçamento diário estipulado.

O lance pode ser definido como manual ou automático (definido pelo Google). Lembre-se que ao anunciar você entra numa espécie de leilão com seus concorrentes, então tenha em mente que o lance é essencial para exibir o seu anúncio. 

Passo 3: Segmentar os grupos de anúncios

Nessa etapa é feita a segmentação do público-alvo e você pode usar um público diferente para cada grupo de anúncios.  

Existem dois tipos de segmentação aqui: a manual e a automática. Na segmentação manual, você pode segmentar o público por interesses, informações demográficas, eventos importantes, remarketing ou por palavras-chave e canais. 

Passo 4: Criar os anúncios

Agora chegou o momento de criar anúncios da campanha da Rede de Display do Google.

É muito importante inserir criativos (imagens ou vídeos) que sejam realmente impactantes e persuasivos para chamar a atenção do seu público. Lembre-se de que essas pessoas estão navegando em sites parceiros, com conteúdos diversos, então o seu anúncio precisa se destacar. 

O Google Ads sugere que se utilize os anúncios responsivos de display, que incluem títulos, imagens e descrições adaptáveis a qualquer tamanho de tela.

Veja também:

 Dicas bônus sobre a Rede de Display do Google Ads

Em alguns casos, uma campanha de Rede de Display do Google pode não trazer os resultados que você espera logo de imediato. 

Então, se você notar que seus anúncios possuem baixa taxa de cliques, possivelmente eles não são atraentes ou estão sendo mostrados para o perfil de cliente errado.

Pense no último anúncio que você clicou e analise o porquê você clicou nele. Estude casos de sucesso e implemente em suas campanhas.

Outro problema frequente é quando a taxa de clique é alta, mas o ROI é baixíssimo. Por este lado, examine a página para onde os leads estão sendo encaminhados. É possível que sua oferta, nessa página, não esteja boa o suficiente para encorajar os usuários a agir como você espera.

Em contrapartida, se ambos estiverem baixos, tanto suas impressões como a taxa de cliques, é provável que você tenha feito um lance muito baixo. Nesse caso, analise seu orçamento e faça testes. 

Esperamos ter ajudado você a entender um pouco mais sobre como funcionam as campanhas na Rede de Display do Google. Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário!

Se você precisa de ajuda para alavancar os resultados dos seus investimentos em tráfego, envie uma mensagem pra gente!

 

Agende uma consultoria

Se você tem dúvidas sobre o desenvolvimento do seu negócio para alavancar resultados no digital, entre em contato.

Este post tem 2 comentários

Deixe um comentário