Meu anúncio não vende. Como virar esse jogo?

Meu anúncio não vende. Como virar esse jogo?

Por que meu anúncio não vende? Esse é um dos problemas mais comuns que ouvimos quando alguém entra em contato conosco pela primeira vez, buscando uma consultoria de tráfego pago.

O fato é que, não importa se a sua empresa está começando uma campanha no Google Ads ou se já utiliza essa ferramenta há anos. Se a sua estratégia de marketing não estiver bem estruturada, você acaba perdendo dinheiro.

Me explique: por que meu anúncio não vende?

Os maiores problemas dos anúncios que não vendem, geralmente tem algum erro no “conjunto da obra”. Mas nas próximas linhas, vamos esclarecer isso tudo pra você. Acompanhe os principais tópicos:

1. Será que cometi um erro grave no Google Ads?

Para começar, não é tão fácil assim analisar uma campanha e dizer que seu anúncio não vende porque você cometeu um erro no Google Ads.

Isso acontece porque a plataforma tem múltiplas possibilidades de configuração, para que você determine aquilo que é melhor para a estratégia que tem em mente.

Veja que o mais importante a analisar aqui é se a construção da sua estratégia para anunciar no Google Ads, de fato, está correta. Seus anúncios podem estar aparecendo para palavras-chave que não tem nada a ver com o negócio, por exemplo.

Então, antes de procurar erros nas suas campanhas, pergunte-se:

  • Será que minha estratégia de marketing está correta?
  • Será que a oferta do meu concorrente é melhor que a minha?

2. Sua estratégia de marketing é coerente?

Você quer vender e as pessoas querem comprar, certo? Quem faz “a ponte” entre você e seu cliente é o marketing.

Pouco adianta gastar toda a sua energia aprendendo a criar anúncios, definindo palavras-chave e o orçamento das campanhas se, de novo, você não tiver uma estratégia de marketing.

É por isso que muitos empresários que estão entrando no e-commerce não entendem porque seus anúncios aparecem no Google mas eles não vendem.

Lembre-se de que assim como as pessoas estão vendo seus anúncios, elas estão vendo os dos seus concorrentes também. Então, o que você deve se perguntar é:

  • Seu produto é mais caro do que o do concorrente?
  • O seu prazo de entrega é o mais demorado?
  • O frete é o mais caro de todos?
  • Por que o consumidor deveria escolher a sua loja?

3. Seu anúncio direciona para o fim do funil?

Por incrível que pareça, este é um erro que ainda é muito (mas muito) comum hoje em dia.
Geralmente o anunciante cria uma campanha, usa o público ideal, as palavras-chave perfeitas e cria um anúncio ‘matador’. Mas mesmo assim o anúncio não vende. O que será que aconteceu?

Antes de tudo, vamos relembrar o seguinte: o “fundo de funil” é um termo do marketing que define onde estão as pessoas prontas para realizar uma compra.

Então, mesmo que você crie um anúncio perfeito, com as palavras-chave que tem tudo a ver com seu negócio e não está tendo resultados, é porque você não pensou no fundo de funil.

Talvez a palavra-chave que você usou não seja relevante para o momento de compra. Ou pior ainda: talvez você esteja usando palavras-chave em excesso para tentar fazer seu anúncio aparecer para muitas pessoas e… simplesmente jogando dinheiro fora.

Vamos ver um exemplo, para esclarecer essa questão:

Digamos que as pessoas estejam procurando no Google por “Bola de basquete NBA é boa”. Você acha que essa pessoa está no fundo de funil, ou seja, no momento de compra? Você usaria essa palavra-chave no seu anúncio?

Se você respondeu que sim, é hora de rever seus conceitos. Quem usa os termos “é bom”, “como funciona”, “o que é”, geralmente quer obter mais informações sobre um produto e não está, necessariamente, pronto para comprar agora.

O próximo passo é o fim do funil. Nesse momento, ele digitaria uma pesquisa assim: “Bola de basquete NBA preço” ou “Bola de basquete NBA onde comprar”.

Então, pergunte-se: “Será que estou usando as palavras-chave para fundo de funil?”

Veja também:

4. Você passa confiança para o usuário?

Digamos que você criou uma estratégia de marketing perfeita para driblar a concorrência, com frete gratuito, por exemplo, ou um desconto especial para a primeira compra.

O usuário, vendo essa oferta, mesmo que ainda não conheça seu e-commerce, resolve dar um voto de confiança e clica no anúncio.

Agora, analise o que acontece: será que a experiência que ele vai ter no seu e-commerce é realmente boa? Ou será que ele terá uma surpresa negativa? Veja alguns pontos que detonam a credibilidade do seu site ou e-commerce aos olhos do usuário:

  • Imagens de má qualidade, parecendo amadoras (esticadas, com cores competindo entre si, resolução ruim e cuidado nenhum com o ambiente que aparece por trás dela);
  • Textos mal posicionados, descrição de produtos que não ajudam em nada (apenas inserir características técnicas não é suficiente pra convencer ninguém a comprar);
  • Excesso de pop-ups, que interrompem o usuário e escondem os produtos bem na hora que ele está sendo visitado (péssimo principalmente pra quem está usando o celular);
  • Dificuldade de navegação, links quebrados, tudo o que faz com que o usuário se perca dentro do seu site ou e-commerce;

Um site assim não passa a mínima confiança. E esse pode ser um dos grandes motivos pelos quais o seu anúncio não vende.

Isso acontece porque, quando os clientes entram no ambiente online da sua empresa, eles simplesmente não se sentem seguros.

É comum que alguns proprietários pensem que seu site, por estar explodindo de pop-ups o tempo todo, certamente vai convencer o usuário a comprar. Mas é justamente o contrário que acontece: se isso atrapalhar a navegação, ele se irrita e vai embora.

Nunca pense que “se o concorrente fez, eu vou fazer também”. Você não sabe se o que ele fez está dando certo pra ele. E mesmo que esteja, a tática dele pode não funcionar pra você.

Se você não consegue avaliar seu site de forma imparcial, contrate alguém que possa fazer isso, mesmo que a resposta não seja aquilo que você queria ouvir.

Nunca aceite a opinião de quem não se preocupa com você, ou seja, se um especialista disser que o seu site parecer amador, agradeça por saber disso o quanto antes.

5. O conteúdo do anúncio é o mesmo da página de destino?

Mais um motivo pelo qual seu anúncio não vende no Google Ads: a promessa do anúncio não bate com o conteúdo exposto na página de aterrissagem.

Por exemplo: digamos que você está anunciando aquela “Bola de basquete NBA” que mencionamos no exemplo anterior. Mas quando o usuário clica no seu anúncio, ele cai na Home do seu site ou numa página que vende “Meias para bebês”. Nada a ver, concorda?

Com base no exemplo acima, fica fácil perceber que a página de aterrissagem deve levar o usuário EXATAMENTE para a promessa que o fez clicar. E a promessa aqui é que você tem a “Bola de basquete NBA”.

Não existe coisa mais irritante pra quem quer comprar algo, do que clicar em um anúncio e se sentir enganado quando chega na página de destino. Isso pode acontecer sem que seja sua intenção, por um simples erro mesmo. Então vale lembrar que é preciso prestar muita atenção nesses detalhes ao criar seus anúncios.

Você tem 5 segundos para mostrar ao usuário que ele entrou no lugar certo depois que clicou no seu anúncio. Se isso não acontecer, ele vai fechar o seu site e clicar no próximo anúncio para ver se, dessa vez, ele encontra aquilo que está procurando.

Concluindo: por que o anúncio não vende

Nesse artigo você descobriu alguns dos motivos para ter um anúncio que não vende no Google Ads, mesmo que esteja recebendo muitos cliques.

É importante saber que cada caso é um caso e não existem regras absolutas para que uma campanha dê muito certo ou muito errado. De fato, o que você precisa é analisar todos os elementos envolvidos na sua estratégia com total imparcialidade.

Então, vamos recapitular os principais motivos pelos quais seu anúncio não vende no Google Ads:

  • Não existe uma estratégia coerente de marketing;
  • A experiência dos usuários no seu site é ruim ou você não passa confiança pra eles;
  • A promessa do anúncio não bate com o conteúdo da página de aterrissagem;
  • O anúncio não está direcionando o usuário para o fundo de funil.

Esperamos que tenha gostado das dicas deste artigo. Se precisar de ajuda com esses pontos cruciais para ter melhores resultados em seus anúncios, entre em contato conosco. Até a próxima!

 

Agende uma consultoria

Se você tem dúvidas sobre o desenvolvimento do seu negócio para alavancar resultados no digital, entre em contato.

Deixe um comentário