Tipos de segmentação do Facebook Ads: o básico para começar bem

Tipos de segmentação do Facebook Ads: o básico para começar bem

A segmentação do Facebook Ads se mostra extremamente poderosa para acertar o público-alvo de suas campanhas. Através dela, é possível encontrar o perfil do usuário através de suas preferências, além de outros critérios avançados. Se você deseja investir em Facebook Ads ou quer melhorar a performance dos seus anúncios, confira o que deve levar em conta na sua estratégia de segmentação.

O Facebook tornou-se uma das redes sociais mais influentes do mundo, possuindo cerca de 1.84 bilhões de usuários ativos. Ou seja, contempla um público massivo.

Para muitos, a rede social pode até ser considerada um bom passatempo. Mas para muitos negócios, tornou-se uma grande oportunidade de alcançar e fidelizar clientes, anunciar e potencializar as vendas. 

Em outras palavras, o Facebook Ads auxilia a sua empresa a atingir seu público-alvo de maneira eficiente, baseando-se em suas preferências, localizações e interesses, por exemplo.

Mas pra isso, é preciso dominar a segmentação de anúncios. Através dela, você evita o desperdício do investimento e consegue obter resultados que vão bem além das chamadas “métricas de vaidade”.

As “métricas de vaidade” são muito atrativas, mas comumente geram confusão. Elas mascaram a realidade e podem enganar o empreendedor. Contar com centenas de curtidas, compartilhamentos e visualizações é ótimo, mas não é o suficiente.

Os tipos de segmentação do Facebook Ads

Para que a sua empresa possa anunciar focada na obtenção de resultados com a segmentação no Facebook Ads, é preciso conhecer melhor essa estratégia. Então vamos esclarecer como cada uma delas funciona. Acompanhe:

#1 Segmentação por Público-alvo

A segmentação de público em Facebook Ads permite maximizar o potencial das suas campanhas e chegar a mais clientes.

Nesse sentido, você consegue programar um público-alvo diferenciado, mensurando os visitantes e a interação do seus cliente em potencial com a sua marca. As opções são as seguintes:

  1. Público personalizado: Nessa opção é possível segmentar quem já tem algum contato com a sua marca, sejam clientes ou visitantes do site ou do aplicativo, seguidores ou pessoas que já interagiram nas redes sociais da empresa;
  2. Público semelhante: Também conhecido como Lookalike, esta segmentação do Facebook Ads permite chegar a novas pessoas que possuem características similares aos públicos do interesse do seu negócio;
  3. Público salvo: O próprio Facebook oferece algumas sugestões baseadas nos públicos já criados, como é o caso do público salvo. É possível criar esse público utilizando os públicos personalizados ou semelhantes mais usados em suas campanhas. Assim, você pode reutilizar eles junto com outros dados demográficos, de interesses ou comportamentos para fazer um direcionamento detalhado nos futuros anúncios.
  4. Público de anúncio especial: Este tipo de público é voltado para campanhas de anúncios de emprego, crédito e moradia. O Facebook Ads usa informações de públicos já existentes para alcançar mais pessoas com comportamento semelhante, mas sempre de acordo com as restrições dessas categorias de anúncios.

Um dos fatores importantes a destacar é que o Facebook não oferece informações sobre públicos que envolvam menos de 1000 usuários, a fim de protegê-los. Portanto, lembre-se desta quantidade mínima.

#2 Segmentação por Localização e Dados Demográficos

A localização é uma das estatísticas mais simples de encontrar e segmentar no Facebook Ads. Nesta segmentação, como o próprio nome já diz, você conseguirá escolher em quais lugares quer que o seu anúncio chegue.

Na seleção, você pode filtrar por estados, cidades, raio de distância de uma determinada localização, etc. Se preferir, poderá optar por veicular sua campanha de forma nacional ou até internacional.

Outra dica importante é entender a proporção de idade e gênero do seu público. Pois, muitas vezes, se a diferença entre homens e mulheres, contidos em um mesmo grupo, for muito distinta, é recomendável que crie-se duas campanhas diferentes, rodando em um orçamento proporcional.

#3 Segmentação por Idade

Ao filtrar seus usuários pela faixa etária, você estará segmentando o seu anúncio para que ele atinja, de maneira mais otimizada e certeira, o seu perfil ideal de cliente.

Afinal, existem diversos tipos de produtos e serviços que são mais vendidos para determinadas faixas etárias, então não faz sentido que um anúncio apareça para pessoas que não tem interesse neles.

Com isso, você pode otimizar o seu orçamento, já que, com estes dados, conseguirá fomentar mais nesta categoria, pagando menos pela veiculação dos anúncios. 

Além da idade, nessa etapa também é possível segmentar por sexo e idiomas, ampliando as possibilidades de converter um usuário relevante para seu negócio. 

#4 Segmentação por Interesses

Ao realizar uma segmentação do Facebook Ads utilizando filtros de interesse, você terá a possibilidade de oferecer, em maior quantidade, os conteúdos e páginas que seus consumidores potenciais mais engajam. 

Desse modo, de forma inteligente e assertiva, você destinará os anúncios certos para as pessoas certas, aumentando consideravelmente as suas chances de impactá-lo positivamente.

#5 Segmentação por Comportamentos

Outra maneira eficiente de realizar a segmentação do Facebook Ads é observando os padrões de comportamento do seu usuário. Ou seja, quais as suas dores, como ele interage e o que ele busca, direcionando os anúncios conforme os hábitos das pessoas que se encaixam no seu público-alvo. 

Com a possibilidade quase que infinita de segmentação por comportamentos, as marcas passaram a se diferenciar e criar campanhas mais eficazes. Por exemplo: você pode fazer com que seus anúncios apareçam para:

  • Pessoas recém casadas;
  • Pessoas que costumam viajar para certos locais;
  • Usuários de determinados tipos de smartphone;
  • Quem está próximo de fazer aniversário;
  • Etc.

#6 Remarketing

Por último, mas não menos importante: o remarketing. Essa segmentação do Facebook Ads pode ser muito relevante, quando bem otimizada. 

Utilize os dados gerados para construir seu público de remarketing. Esse tipo de personalização permite que você atinja usuários que já tiveram algum tipo de contato com a sua marca antes, gerando um impulso para o fechamento de um negócio. 

Com o remarketing, você poderá atingir a mesma pessoa duas, três ou mais vezes. Porém, com muito mais informações sobre o comportamento dela.

Por exemplo: se uma pessoa clicou em “comprar” ou se inscreveu em uma lista para receber ofertas da sua empresa, você já sabe que ela é um potencial cliente.

Veja também:

Considerações finais sobre a segmentação do Facebook Ads

Com os novos padrões de consumo das pessoas, a necessidade de estar presente no meio digital não é mais uma opção que pode ser deixada pra depois. 

Mas, para que seus investimentos em marketing nas redes sociais tragam resultados, é preciso contar com estratégias bem definidas. Nesse ponto, a segmentação do Facebook Ads é imprescindível para garantir eficiência. 

De fato, o Facebook Ads é uma ótima ferramenta para auxiliar na conquista de resultados promissores, criar campanhas de qualidade e converter clientes em potencial com maior assertividade.

Neste artigo, você viu como funcionam as segmentações básicas do Facebook Ads. Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário! Se precisa de ajuda para alavancar os resultados das suas campanhas de anúncios, fale conosco.

 

Agende uma consultoria

Se você tem dúvidas sobre o desenvolvimento do seu negócio para alavancar resultados no digital, entre em contato.

Deixe um comentário